Autor: ZERO HORA
06/07/2013 às 17:41

zh.doc: A bola parada de Renato Portaluppi

Enviar:Enviar:
Compartilhar:
twitter
Avaliar:starstarstarstarstar
views0comments0
Embed:

Pela segunda vez em três anos, Renato Portaluppi retorna ao Rio Grande do Sul como técnico do Grêmio. Renato trocou a Serra gaúcha pela Capital ainda na década de 80, depois ganhou o Brasil e o Mundo. Cada passagem do ídolo gremista pelo Estado reacende uma chama apagada nos idos dos anos 70. Na época, Renato era jogador do Esportivo de Bento Gonçalves, cidade que a família adotou quando ele tinha apenas 2 anos de idade. Ainda no time juniores, ele se destacou entre os profissionais e conseguiu uma vaga no time do Grêmio após a conquista do vice-campeonato Gaúcho de 1979. Na cidade, ainda hoje, moram três irmãos. Mesmo assim, Renato só visitou a cidade para o enterro da mãe em 2010. No local, há um ressentimento e uma expectativa. A mágoa é pelo jogador não reverenciar a terrinha de origem. A esperança é que a proximidade geográfica reate os laços com as origens serranas. A bola está parada. Mas basta Renato percorrer os 150 km que separam a Capital da cidade de onde despontou para o futebol e a jogada ensaiada acabará em comemoração de vitória. 

Teve dificuldade para assistir ao vídeo? Clique aqui

Tags: Tags

Vídeos Relacionados

Anterior
Próximo
Comentários

Deixe um comentário

(O comentário não pode exceder 500 caracteres)

Buscar:  

Envie seu vídeo