clicRBS
Nova busca - outros
Autor: ZERO HORA
05/06/2013 às 20:02

Foto lança dúvidas sobre circunstâncias da morte de militante gaúcho durante a ditadura militar

Enviar:Enviar:
Compartilhar:
twitter
Avaliar:starstarstarstarstar
views0comments0
Embed:

Um inquérito policial localizado pelos estudantes Davi dos Santos e Graziane Ortiz Righi no Arquivo Judicial do Rio Grande do Sul põe em dúvida as circunstâncias da morte do militante gaúcho Ângelo Cardoso da Silva em 1970. Ex-taxista, Silva pertencia ao grupo M3G (Marx, Mao, Marighella e Guevara) e tinha 26 anos quando foi encontrado supostamente enforcado em uma cela do Presídio Central de Porto Alegre. No material encontrado pelos alunos da UFRGS, fotos do corpo indicam que ele pode ter sido alvo de assassinato. Uma das imagens mostra que Silva estava ajoelhado. A janela ficava a apenas 1,30 metro do solo. O caso foi chamado de "Herzog gaúcho", em referência ao jornalista Vladimir Herzog, cujo suicídio foi forjado anos depois, e agora está sob análise da Comissão da Verdade.

Vídeos Relacionados

Anterior
Próximo
Comentários

Deixe um comentário

(O comentário não pode exceder 500 caracteres)

Buscar:  

Envie seu vídeo