clicRBS
Nova busca - outros
Autor: Rádio Gaúcha
25/05/2013 às 13:34

Arte e arquitetura fúnebres foram tema de passeio nos cemitérios de Porto Alegre. 25/05/2013

Enviar:Enviar:
Compartilhar:
twitter
Avaliar:starstarstarstarstar
views0comments0
Embed:

Um passeio inusitado aconteceu neste sábado, 25, em Porto Alegre. Dentro do projeto Viva o Centro a Pé, que tem como principal atrativo divulgar a arquitetura, história e cultura da cidade, o destino deste fim de semana foram os cemitérios da capital gaúcha. Os escolhidos foram o Cemitério da Santa Casa e o Cemitério Evangélico, dois locais antigos e tradicionais que abrigam belas esculturas e monumentos. 

O Cemitério da Santa Casa de Porto Alegre é o mais antigo da cidade em funcionamento. Por determinação do Barão de Caxias, um terreno para a nova necrópole foi adquirido fora da cidade, em 1844, pela Câmara Municipal de Porto Alegre, no alto da Colina da Azenha. Foi inaugurado em 23 de maio de 1850, mas já realizava sepultamentos no mês anterior, por causa da epidemia de febre amarela que assolava Porto Alegre. Em 1880 o cemitério já contabilizava 30.300 sepultamentos, sendo 23.577 livres e 6.723 escravos. 

O Cemitério da Santa Casa é um museu a céu aberto por sua antiguidade, estatuária e arquitetura, e representa um importante espaço de memória social do Estado. A visita aconteceu nos antigos muros com catacumbas e aos grandes mausoléus da chamada Ala Histórica. Cerca de 50 pessoas acompanharam a visitação que durou duas horas. Entre os túmulos e mausoléus visitados estão de Júlio de Castilhos, da família Mostardeiro, de Otávio Rocha, Maurício Cardoso e Pinheiro Machado.  

O passeio foi orientado pela professora Luiza Fabiana Neitzke de Carvalho, que é pesquisadora de Arte Funerária, professora, mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UFRGS, Especialista em Patrimônio Cultural, e membro fundador da Associação Brasileira de Estudos Cemiteriais.

As caminhadas do Viva o Centro a Pé são realizadas três vezes por mês, sempre aos sábados, orientadas por professores especialistas em história, arquitetura ou áreas afins. Para participar é necessário doar alimentos não perecíveis. Outra opção é a doação de ração para cães e gatos, que será destinada aos animais, por meio da Secretaria Especial dos Direitos Animais. Existem caixas para o recolhimento no ponto de saída das caminhadas. Mais informações no site da prefeitura de Porto Alegre www.portoalegre.rs.gov.br. 

Vídeos Relacionados

Anterior
Próximo
Comentários

Deixe um comentário

(O comentário não pode exceder 500 caracteres)

Buscar:  

Envie seu arquivo