clicRBS
Nova busca - outros
Autor: Rádio Gaúcha
21/08/2013 às 09:31

"O Samu de Porto Alegre é um dos melhores do país", defende secretário municipal da Saúde. 21/08/2013

Enviar:Enviar:
Compartilhar:
twitter
Avaliar:starstarstarstarstar
views0comments0
Embed:

O jardineiro e segurança Orlando Francisco Rodrigues da Silva, de 70 anos, morreu após passar mal no Centro de Porto Alegre e não receber socorro de ambulância do Samu. Apesar disso, o Secretário da Saúde de Porto Alegre, Carlos Henrique Casartelli, disse em entrevista ao Gaúcha Atualidade que Porto Alegre tem número suficiente de ambulâncias conforme portarias ministeriais e acrescentou:

"O Samu de Porto Alegre é o primeiro Samu do país e é um dos melhores do país, eu não tenho nenhuma dúvida em relação a isso. Mas não existe serviço perfeito, e sempre tem que melhorar".

Atualmente, a Capital tem 12 ambulâncias de suporte básico, e o ideal, segundo o secretário, seriam entre 10 e 14. Além disso, Casartelli também considera adequado o número de três ambulâncias de suporte avançado. O idoso que não foi atendido pelo Samu foi encaminhado para o Hospital de Pronto Socorro por uma viatura da Brigada Militar cerca de 20 minutos após o repórter da RBS TV Manoel Soares solicitar uma ambulância. Orlando acabou morrendo durante a tarde por parada cardiorrespiratória. O médico do Samu que não orientou o socorro foi afastado.

O secretário da Saúde diz que considerou mais grave do que a falta de ambulância o atendimento da chamada. Segundo Casartelli, o médico não seguiu o protocolo do Samu, que não é apenas enviar enviar ambulância, é dar orientações, inclusive de como fazer o atendimento em casos de emergência.

Ele também condenou a forma agressiva como o médico se expressou ao telefone. 

Áudios Relacionados

Anterior
Próximo
Comentários

Deixe um comentário

(O comentário não pode exceder 500 caracteres)

Buscar:  

Envie seu arquivo