clicRBS
Nova busca - outros
Autor: Rádio Gaúcha
23/05/2013 às 08:34

"É possível encontrar saídas que contemplem os dois lados", diz Tarso Genro sobre demarcações entre indígenas e agricultores. 23/05/2013

Enviar:Enviar:
Compartilhar:
twitter
Avaliar:starstarstarstarstar
views0comments0
Embed:

De um lado, indígenas montam acampamento à espera de áreas ocupadas por famílias de produtores. Do outro, agricultores temem pela perda de propriedades. Este é o cenário encontrado às margens da rodovia Passo Fundo-Lagoa Vermelha (BR-285), que marca a luta por 3,5 mil hectares de terra em Mato Castelhano, no Norte do Rio Grande do Sul. Este é apenas um exemplo de um atrito que envolve pelo menos outras 16 áreas. A Procuradoria-Geral do Estado estima que indígenas reivindiquem 100 mil hectares em novas áreas e ampliações de propriedades já delimitadas. Representantes dos agricultores e o Governo Federal discutem na manhã desta quinta-feira, 23, em Brasília, o processo de demarcações. O governador do Estado estará no encontro para tratar do conflito de interesses entre índios e agricultores sobre terras no RS. Em entrevista ao programa Gaúcha Atualidade, Tarso Genro diz que acredita em uma solução que contemple os dois lados: índios e agricultores. - Não é uma legitimidade contra uma ilegalidade, são duas legitimidades provocadas pelo próprio governo. É possível encontrar saídas que contemplem os dois lados - acredita.

Áudios Relacionados

Anterior
Próximo
Comentários

Deixe um comentário

(O comentário não pode exceder 500 caracteres)

Buscar:  

Envie seu arquivo