clicRBS
Nova busca - outros
Autor: Rádio Gaúcha
30/05/2013 às 09:56

Para o procurador-Geral do Estado, decisões judiciais dos pedágios significam o fim dos contratos de concessão. 30/05/2013

Enviar:Enviar:
Compartilhar:
twitter
Avaliar:starstarstarstarstar
views0comments0
Embed:

O diretor regional da Associação Brasileira das Concessionárias de Rodovias defendeu nesta quinta-feira (30) que os contratos das concessionárias Convias e Sulvias com o Estado do Rio Grande do Sul ainda não foram encerrados. A justiça derrubou as liminares que garantiam a manutenção dos polos de pedágios de Caxias do Sul e Lajeado. Em entrevista ao Gaúcha Atualidade, Egon Schunck Júnior disse que o governo está suprimindo o rito contratual. Segundo o diretor, antes do encerramento do contrato é necessário fazer um levantamento patrimonial para verificar quais são os bens reversíveis ao Estado.

Já o Procurador-Geral do Estado, Carlos Henrique Kaipper, entende que as recentes decisões judiciais significam o fim dos contratos de concessão. 

Áudios Relacionados

Anterior
Próximo
Comentários

Deixe um comentário

(O comentário não pode exceder 500 caracteres)

Buscar:  

Envie seu arquivo