clicRBS
Nova busca - outros
Autor: Rádio Gaúcha
15/02/2013 às 09:23

Ao assumir os pedágios comunitários, EGR projeta recuperação de cerca de 30% das rodovias. 15/02/2013 - 9h09

Enviar:Enviar:
Compartilhar:
twitter
Avaliar:starstarstarstarstar
views0comments0
Embed:

Ocorre nesta sexta-feira, 15, a transferência dos pedágios comunitários de Portão, 

Campo Bom e Coxilha para a Empresa Gaúcha de Rodovias. As praças estão atualmente sob 

responsabilidade do DAER. Esta é a primeira etapa do processo de transição dos atuais 

modelos de pedágio em vigor no Rio Grande do Sul. A EGR promete reduzir tarifas em 30%, 

manter a conservação de quase 1 mil quilômetros de estradas e realizar obras de 

melhorias e duplicações.

Em entrevista ao programa Gaúcha Atualidade, o diretor-presidente da EGR, Luis Carlos Bertotto, disse que a projeção de orçamento para o ano é de R$ 120 milhões e ressaltou que cerca de 30% das rodovias precisam de investimentos, como recapeamento asfáltico. - As estradas que nós vamos receber das concessionárias, nós temos cerca de 30% que estão em condições não condizentes com o contrato original, lá de 1998. Então nós temos que recuperar esses trechos de rodovias. Isso será planejado ao longo dos anos - avaliou.

Áudios Relacionados

Anterior
Próximo
Comentários

Deixe um comentário

(O comentário não pode exceder 500 caracteres)

Buscar:  

Envie seu arquivo