clicRBS
Nova busca - outros
Autor: Rádio Gaúcha
19/12/2012 às 09:03

Secretária-geral do Governo explica diferença entre a licitação tradicional e o RDC. 19/12/2012 - 8h18

Enviar:Enviar:
Compartilhar:
twitter
Avaliar:starstarstarstarstar
views0comments0
Embed:

Em entrevista ao programa Gaúcha Atualidade, a secretária-geral do Governo, Miriam Marrone, elencou as principais diferenças entre os projetos convencionais e o modelo do Regime Diferenciado de Contratações (RDC), que permite a flexibilização de processos licitatórios para obras específicas: PAC, Copa do Mundo e obras em escolas. Segundo ela, um projeto convencional, por exemplo, exige uma revisão diretamente com o Daer, o que gera uma espera de mais de 900 dias. Além disso, as licitações tradicionais (projeto e obra separados) para obras ocorrem primeiramente para o projeto e depois para a execução da obra. Já uma licitação tradicional no modelo atual de contrato leva 224 dias, cerca de quatro meses a menos. Pelos moldes do RDC (licitação única), a licitação do projeto e da obra levaria 30 dias, a contratação do projeto e da obra mais 20, o que totaliza 50 dias, menos de dois meses.

Áudios Relacionados

Anterior
Próximo
Comentários

Deixe um comentário

(O comentário não pode exceder 500 caracteres)

Buscar:  

Envie seu arquivo